contato@conectadoscomdeus.net     

Blog

Jesus é Deus

Categoria: Conectados com Deus

Quais as evidências disso? Veja aqui.

“No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus... E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós” João 1:1 e 14.

A história de Jesus nos é apresentada na Bíblia por meio dos 4 evangelhos. O evangelho de João é dedicado sumariamente em mostrar que Jesus é Deus. Na época em que este evangelho foi escrito, surgiam muitas teorias quanto a Jesus ser Deus ou não. João então, o último dos apóstolos vivo, escreve seu evangelho para comprovar, de uma vez por todas, a divindade de Cristo.

Ele começa dizendo que no princípio havia o Verbo. No grego, a palavra “verbo” é “logos”, que quer dizer conhecimento, palavra. O significado pode até parecer simples, mas serve para indicar também o conhecimento único, a essência de alguém.

No princípio, então, estava Deus e o “conhecimento de Deus” (Jesus, verbo). E Ele não apenas era o conhecimento de Deus, mas Ele estava com Deus (Pai) e era Deus. Deus, até este momento, só era conhecido por Ele mesmo. Nós, homens, tínhamos relances, sombras do que era Deus, através do Antigo Testamento. Mas não podíamos conhecer a Deus.

 

Jesus é a revelação de Deus.

No versículo 14, lemos que o Verbo se fez carne e habitou entre nós. O Deus que antes víamos só de relance, agora se revela a nós. Agora habita entre nós. Cristo, ao se fazer carne e habitar entre nós, não somente viveu como nós, mas nos mostrou quem é Deus (João 14:9). O conhecimento que antes estava restrito ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo, agora é revelado a nós em carne e osso.

Jesus é eterno.

Jesus não apenas é Deus. Ele é a revelação de Deus à humanidade. Jesus não é um Deus criado, um Deus que surgiu quando nasceu nesta Terra. Ele é Deus desde o princípio.

Certa ocasião, Jesus estava presente em uma discussão dos judeus sobre Abraão. Os judeus, buscando uma maneira de diminuí-Lo, afirmaram que Ele não tinha nem idade suficiente para ser considerado sábio, quanto mais para ser filho de Abraão.        Jesus, então, respondeu: “Em verdade, em verdade vos digo, antes que Abraão fosse, EU SOU” (João 8:58).                            “Em verdade, em verdade” é uma expressão que indica seriedade total no que está sendo afirmado. Jesus estava dizendo que o que falava era realmente sério, não era ironia, não era um parábola. Era a verdade pura.

Deus transcende qualquer coisa, até mesmo a gramática. Antes que Abraão fosse (passado) EU SOU (presente). Não há concordância de tempos verbais nessa frase. No passado, quando as coisas eram, Jesus é. No futuro, quando as coisa serão, Jesus é. Jesus é no presente, no passado e no futuro. Ele é imutável e eterno.

 

Conclusão.

O Verbo ter se feito carne, não é apenas uma prova de que Jesus é Deus e que Ele se revelou a nós. O Verbo encarnado é também um convite.

Você não compreende o porquê as coisas acontecem nesta Terra? Você não consegue ver a mão de Deus na sua vida? Deseja conhecer a Deus e ver Sua mão controlando tudo o acontece à sua volta?Olhe para Cristo! nEle estão todas as respostas! Ele não só é Deus, como também é o caminho, a verdade e a vida.

 

Tags: Jesus é Deus,