contato@conectadoscomdeus.net     

Blog

Você não precisa agradar a todo mundo

Categoria: Motivação

Por que não preciso agradar a todos? Veja aqui.

Olá! Você já passou por momentos onde deu o seu melhor e fez tudo com a melhor intenção possível, mas ao invés de receber elogios ou palavras e atos de gratidão apenas recebeu olhares de ódio e palavras más em troca?

Você tenta fazer com que todos estejam numa boa com você, mas vê que há pessoas que simplesmente estarão contra você, não importa o que faça ou deixe de fazer?

Você acha que não vale nada ou que tudo o que você faz não é bom porque as pessoas sempre estão te colocando para baixo e ressaltando os seus erros?

Se você respondeu sim a alguma ou a todas estas perguntas, quero te dizer que há esperança. Cristo, nosso exemplo, aquele que nos entende, aquele que te entende também passou por isso. E Ele venceu!

 1. Exemplo na Bíblia

A única pessoa perfeita que viveu aqui nesta Terra foi Jesus. Todas as ações que Ele fazia eram baseadas no amor. Tudo o que Ele podia fazer para aliviar o fardo dos outros, para trazer paz a alegria a um lugar, Ele fazia. Se havia alguém que, se isso fosse possível, agradaria a todos, este é Jesus. No entanto, é possível encontrar na Bíblia relatos de que, na verdade, Jesus sofria rejeição por parte de muitas pessoas. Um grave exemplo disso está descrito em Mateus 12:13 e 14. “Então Jesus disse ao homem: “Estenda a mão.” O homem estendeu a mão, e ela foi restaurada e ficou sã como a outra. Mas os fariseus, saindo dali, conspiravam contra ele, procurando ver como o matariam”.

2. Contextualização

Vamos contextualizar a passagem bíblica acima para melhor entendermos o que de fato aconteceu. Jesus estava alcançando uma grande fama. Seus milagres, Suas palavras de amor e perdão a qualquer classe de pessoas faziam com que os excluídos da sociedade O buscassem. Não havia coração aflito que, com fé, buscasse em Jesus alívio e acabasse mandado embora vazio. Multidões se ajuntavam para ouví-lO.

Havia, porém, uma classe de pessoas naquela época, chamados de fariseus, que impunham as leis e exerciam grande influência sobre o povo. Este grupo professava santidade, mas a única coisa que adoravam era a eles próprios. Quando Jesus começou a fazer sucesso e ensinar a verdade, que, na verdade, era totalmente contrária aos ensinos dos fariseus, eles se encheram de ódio contra Ele.

Jesus não havia feito nada de mal a eles. Os repreendia quando via que estavam fazendo algo de errado, mas não atacava ou tentava prejudicá-los. O que os enchia de ódio era o amor e a bondade incorruptível de Jesus. Isso eles não podiam suportar.

3. Jesus não conseguiu agradar a todos

Era dia de sábado, o dia de descanso, separado para se estar em contato com Deus de maneira mais especial. Porém, os fariseus colocaram tantas ordenanças sobre a guarda do sábado que, ao invés de ser um dia de prazer e alegrias, tinha se tornado um peso.

Havia na sinagoga (igreja daquela época), um homem que tinha uma mão atrofiada e almejava a cura para sua enfermidade.

Jesus, como bálsamo da humanidade, não podia deixar aquela alma sofrendo, e após fazer um discurso sobre a verdadeira guarda do sábado, curou aquele homem. Aliviar o sofrimento de alguém é algo que com certeza deveria agradar a todos. Contudo, o que aconteceu? Os fariseus encheram-se de ódio e decidiram matar a Jesus.

4. Conclusão

Que conclusão chegamos? É impossível agradar a todos. O problema não é o que fazemos. A questão é que existem pessoas que são sujas por dentro, que carregam o mal e não podem suportar alguém limpo, de bom coração. Por isso, fazem o máximo para também sujarem as pessoas que se encontram limpas.

Não pense, no entanto, que você não precisa agradar a ninguém. Procurar agradar, ajudar e fazer o bem para o outro é um dos passos para conquistar a felicidade e uma vida harmoniosa, mas agradar a Uma Pessoa em específico também é passo essencial e indispensável para a felicidade. Na verdade, você só pode ficar sem se preocupar com o que os outros pensam e fazem com você quando você se preocupar em agradar essa Pessoa e com o que Ela pensa de você.

Se você acha que nós estamos falando de Deus, você acertou. “Pois Eu desci do céu, não para fazer a minha própria vontade, mas a vontade daquele que me enviou” (João 6:38).

Jesus fazia o que agradava ao Seu Pai e Ele também nos chama a fazer o mesmo. Quando você faz a vontade de Deus, não precisa se preocupar com o que os outros pensam ou não de você, ou se você agrada ou não a todos. Se você agrada a Deus, isso basta! Todo o resto virá depois e não antes disso.

Gostou do nosso artigo? Compartilhe com os seus amigos!