contato@conectadoscomdeus.net     

Blog

Cuidados no Inverno

Categoria: Saúde

A estação mais fria do ano traz consigo o perigo das chamadas "doenças de inverno". A boa notícia é que muitas dessas enfermidades podem ser prevenidas através de pequenos cuidados. Vamos descobrir?

É só a temperatura começar a baixar que os casacos, colchas e cobertores são pouco a pouco retirados dos armários depois de longos meses guardados. Parece também que as pessoas se tornam mais elegantes e de modo geral, a vida se torna mais charmosa.
 
No entanto, a estação mais fria do ano traz consigo o perigo das chamadas "doenças de inverno" como, por exemplo, gripes, resfriados, rinite e demais doenças respiratórias. A boa notícia é que muitas dessas enfermidades podem ser prevenidas e/ou tratadas através de pequenos cuidados diários. Vamos descobrir alguns?
 
Hidratação corporal
Embora as baixas temperaturas do inverno signifiquem uma importante redução na perda de líquidos corporais, a necessidade de hidratação do organismo permanece igual. Os líquidos são fundamentais para controlar o funcionamento integral do corpo – circulação sanguínea, composição das células, transporte de nutrientes, condução do oxigênio e purificação de toxinas. Se o seu corpo estiver bem hidratado, as suas chances de adoecer diminuirão e a sua pele também agradecerá, pois ficará mais hidratada.
 
 
 
Por isso, é importante manter a ingestão ideal líquidos ao longo do dia. Chás quentes naturais, sem açúcar, como erva-doce, capim santo com limão, maçã e alfavaca são algumas opções para manter a hidratação corporal nos dias frios.
 
Hidratação da pele
Por incrível que pareça, no inverno é necessário evitar os banhos com água muito quente. Água em altas temperaturas provoca o ressecamento da pele, acelera seu envelhecimento e contribui para o surgimento de algumas doenças. Por conta disso, após os banhos, recomenda-se o uso de óleos e cremes hidratantes com o objetivo de evitar o ressecamento da pele.
 
Não se esqueça também do protetor solar. Apesar do sol não aparecer todos os dias no inverno, os raios solares conseguem ultrapassar as nuvens fechadas e atingir a pele da mesma forma que nos dias ensolarados. Portanto, esteja o tempo nublado ou chuvoso, não saia de casa sem passar creme com proteção solar com, no mínimo, FPS 30.  
 
 
Alergias
Gripe, resfriado, rinite, sinusite, bronquite, pneumonia e asma são algumas doenças que se multiplicam durante as épocas frias do ano. Os sintomas mais comuns são tosses, podendo também aparecer febre, indisposição e dores no corpo. 
 
 
 
Pessoas com estas alergias devem ficar atentas quanto ao uso de cobertores que soltam pelos e aos casacos de lã. A substituição desses artigos por tecidos sintéticos ou algodão, bem como sua exposição à luz solar podem auxiliar na prevenção desses quadros. É necessário, ainda, prestar atenção para a higiene doméstica, principalmente em estofados, carpetes e tapetes, procurando evitar o acúmulo de poeiras e ácaros.
 
 
Mudanças de temperatura
Muitas doenças e alergias como gripes e resfriados se manifestam com mais força no inverno devido às mudanças de temperaturas muito bruscas, que deixam o sistema imunológico mais frágil, dificultando assim a ação do corpo contra os vírus e bactérias.
 
Transitar por diferentes ambientes ao longo do dia – casa, carro, trabalho, escola – expõe todos a possíveis variações bruscas de temperatura. Em locais fechados costuma-se sentir calor, porém, ao sair ao ar livre, a rápida queda de temperatura pode predispor a ocorrência de doenças, pois o choque térmico prejudica o sistema de defesa do corpo.
 
A dica de ouro é procurar estar devidamente agasalhado em todos os ambientes e tomar cuidado com ambientes com ar condicionado, que podem ser quentes ou frios demais. 
 
 
Esteja preparado para o inverno e não abra mão desses cuidados! Estas dicas certamente contribuirão para a manutenção da sua saúde nos próximos dias frios e úmidos desta estação!   
 
Gostou das nossas dicas? Compartilhe com seus amigos e ajude-os a cuidarem da saúde neste inverno!