contato@conectadoscomdeus.net     

Blog

Estou grávida, e agora?

Categoria: Mulher

Saiba agora mesmo o que fazer!

Para as mamães de primeira viagem, a chegada do bebê é um momento de grande emoção e de muita ansiedade.

Nessa mistura de sentimentos, muitas mulheres ficam apreensivas e com inúmeras dúvidas, como, por exemplo, sobre como educar o bebê, como lidar com todas essas mudanças emocionais, como seguir as regras da boa alimentação com o bebê... Talvez você, futura mamãe, esteja pensando assim como os pais de Sansão: "[...] Ah! Senhor meu, [...] nos ensine o que devemos fazer ao menino que há de nascer" (Juízes 13:8). Para te ajudar com essas inseguranças, separamos algumas dicas abaixo... Confira!

 1. Saúde

Agora você se alimenta não só para você. Existe um pequeno ser que depende de sua saúde para se desenvolver bem. É necessário muito cuidado com o que comer ou beber, sendo importante evitar o consumo de determinadas substâncias.Inclua em sua dieta muitas frutas, verduras e saladas, sempre beba água e procure um nutricionista para que acompanhe dia a dia a sua alimentação. Escolha onde fará o pré-natal, procure fazer exames regularmente para saber como anda a sua saúde e do seu filho com o médico desta área.

É recomendável, sim, exercitar-se durante a gestação. Mas evite exercício físico excessivo. É necessário cuidado também quanto ao uso de salto alto, que não é recomendado devido ao fluxo sanguíneo ficar dificultado nos membros inferiores, principalmente na panturrilha, facilitando o aparecimento de varizes. Cosméticos também precisam ser analisados, já que não são todos recomendados para gestantes. Fique de olho em tudo e se informe com seu médico, para ter assim uma gestação tranquila e um bebê saudável.

 2. Você não está só

Algumas futuras mamães se esquecem que existem muitas pessoas à volta, que podem auxiliá-la, e por isso se desesperam. Não pegue para si toda a responsabilidade de cuidar da sua gestação. Peça ajuda dos mais próximos, principalmente seu esposo. Uma outra dica é ter, sempre consigo, um cartão da gestação, informando o tipo sanguíneo, quando começou a gestação, seu médico, entre outros dados de saúde. Caso ocorra algum acidente e você fique inconsciente, as pessoas poderão, por meio desse cartão, identificar que você é gestante e, caso seja necessário usar algum medicamentos, o médico optará por aqueles que não prejudiquem a saúde do bebê.

 3. Tal mãe, tal filho

Nessa fase, saiba que sua vida vai mudar. Você vai ter um companheirinho (a) para te alegrar por muito tempo. E a educação, por incrível que pareça, começa na gestação. O caráter do bebê será grandemente influenciado pelo seu comportamento durante esses nove meses. Seus gostos e tendências para o bem ou para o mal serão vistas fortemente em sua infância e influenciarão seu futuro como cidadão e cristão. Primeira coisa: se acalme e procure levar essa fase tranquilamente, sem muitas emoções ruins ou correrias. Procure demonstrar para o neném que ele é bem-vindo à família. No livro "Conselhos sobre educação", existem muitas dicas que podem te ajudar no processo de educar os filhos. Jesus ama as crianças e vai estar ao seu lado do seu bebê também, desde os primeiros meses.

 Ser mãe é o sonho de muitas mulheres, e independente se for planejado ou não, o importante é amar esse serzinho tão dependente e lindo, pois a vida por si já é maravilhosa, e levar a vida dentro de si é, sem dúvida, um grande privilégio que Deus deu a mulher. Portanto, faça a sua parte e aproveite a barriguinha que a cada dia vai crescendo!

Para saber mais sobre esse assunto, realize o nosso curso "Ser mãe" gratuitamente!