contato@conectadoscomdeus.net     

Blog

Meu esposo é descrente. Como ganhá-lo para Jesus?

Categoria: Família

É exatamente na tentativa de "pregar para o esposo" que uma grande parte das mulheres cometem erros, de forma que afastam ainda mais o parceiro da Verdade, criando vários conflitos conjugais. Saiba mais!

Talvez esse seja o seu caso... Um dia você conheceu o evangelho, aceitou a Jesus, mas seu esposo não tomou a mesma decisão ou, em algum momento da sua vida, você conheceu alguém, casou-se, mas essa pessoa não professa a mesma fé que a sua, não é cristão, nem pretende ser. Diante disso, muitas esposas fazem a pergunta: como ganhar meu esposo para Jesus?

Escrevemos esse artigo para te ajudar a melhorar a sua convivência com seu esposo, e, se possível, ganhá-lo para Jesus.

 1. O intuito do Evangelho é enobrecer

Primeiramente, é necessário entender que Cristo transforma as pessoas para melhor. Se você se considerava uma boa esposa antes de Jesus, depois de aceitá-lo como Salvador, você será, pela Sua graça, uma mulher extraordinária, agradável, serena, respeitosa, enobrecedora, alguém que promoverá e inspirará a alegria de quem estiver perto.

 2. Não irrite o cônjuge com a Verdade

Você precisa entender que a Verdade que te tocou, ainda não faz muito sentido para seu companheiro. A sua mudança de pensamentos e atitudes enche-o de ansiedade e ele teme te perder para a igreja. Tudo é novo para ele. Se cada vez que seu esposo errar, você der um sermão de como deve agir um cristão nessa situação, ele ficará mais irritado com o Evangelho do que motivado. Isso é ruim para a autoestima e segurança dele, porque ele passará a se ver como alguém imprestável, na condição de perdido. Pode até ser que o Espírito esteja trabalhando no coração dele, mas com sua atitude intolerante, você estará impedindo essa obra.

Sabemos que, às vezes, a vontade de falar e discutir é muito grande. Mas em alguns casos, a melhor opção é se calar. Ainda que a intenção seja a das melhores, você precisa agir com inteligência. Pessoas se convencerão de que essa Verdade é boa ou ruim pelo efeito que ela causa em sua vida. Não permita que seu esposo, e ninguém mais, use a famosa frase: “um cristão fazendo isso? Se for para ser assim, prefiro ser um mundano”.

3. Não compare o seu esposo com outros homens de sua igreja

Quando as mulheres olham os homens cristãos de sua igreja, tendem a comparar o seu esposo com eles, julgando-o inferior por não ter aceitado ainda a Jesus e por não ter todas as qualidades que observam nos outros homens cristãos. Isso gera muitos conflitos e até ciúmes por parte do esposo. Em casos extremos, o marido chega até a proibir sua esposa de frequentar os cultos, já que, toda vez que ela volta para casa, ele precisa ficar ouvindo as intermináveis comparações.

 4. Seja agradável

Comece a ser agradável. O intuito de Jesus não é tornar os homens julgadores e falantes, mas calmos, pacíficos, amorosos, corteses e respeitadores. No lar, mesmo que o esposo seja descrente, que ele possa admitir que sua esposa é virtuosa e insubstituível, que ele sorria quando lembrar de você ou ouvir o seu nome. Pedro escreve: “[...] para que também, se alguns não obedecem à palavra, pelo porte de suas mulheres sejam ganhos sem palavra” (1 Pedro 3:1). Se ele não a ouve, por que palavrear tanto? É mais difícil refutar boas ações vindas de um coração sincero. Jesus também agia assim muitas vezes, e era um céu estar em sua companhia. Por aceitar o evangelho, você ainda não vai conseguir vencer todos os defeitos em apenas um dia. Portanto, ore muito e leia a Palavra. O Senhor poderá te ajudar a atingir esse objetivo.

Testemunho

Certo homem, ao ver a esposa indo para a igreja, decidiu acompanhá-la. No culto de oração, onde é costume as pessoas se dirigirem à frente para agradecer pelas bênçãos e pedir orações, ele se levantou começou a falar. Agradecia muito pela esposa que tinha. Narrou que ela era um exemplo. Sua maneira de ser, seu jeito meigo, sua forma de agir dentro de casa exemplificava alguém que realmente foi transformada por Deus. Imagine como deve ter ficado a esposa depois dessas palavras. Seu testemunho com certeza gerava influência sobre o esposo, de forma que o Espírito Santo a usava para levar a ele o convencimento da Verdade. Ela era uma cooperadora de Deus e uma luz em seu lar. Não apenas falava da Bíblia, mas a vivia no dia a dia.

 Isso pode acontecer com você também! Em resumo: trate seu esposo da melhor maneira. É claro que existem casos e casos, temperamentos e comportamentos completamente diversos. Mas no futuro, se ele não aceitar, não foi por sua conduta e má representação de Jesus, pois sua consciência estará leve e com a convicção de que cumpriu o seu propósito como a esposa segundo o coração de Deus. E não poderíamos terminar esse artigo sem mencionar as belas palavras descritas em Provérbios 31:10 a 12: “Mulher virtuosa quem a achará? O seu valor muito excede ao de rubis. O coração do seu marido está nela confiado; assim ele não necessitará de despojo, ela só lhe faz bem, e não mal, todos os dias da sua vida”.

 

Gostou? Compartilhe com suas amigas!