contato@conectadoscomdeus.net     

Blog

O que devo levar em consideração ao pensar em escolher alguém para me casar? (Sansão)

Categoria: Família

É muito importante conferir esses detalhes antes de se casar! Leia.

Ninguém quer se casar para ser infeliz. Sansão também não pensava nisso quando escolheu sua esposa. Afinal, todos que se casam pensam nos benefícios da vida a dois.

Sansão foi um homem que recebeu extraordinária força de Deus, mas ela era condicional a sua fidelidade. Mas dentre os juízes que existiram na Bíblia, ele foi um péssimo exemplo quanto à sua escolha em questão de relacionamento. Vamos tirar algumas lições dessa história na escolha de alguém para se casar.

Tem caráter?

A primeira coisa que precisamos analisar é o caráter. Uma pessoa que conversa com você e ao mesmo tempo joga com várias, não merece a sua atenção, pois você é apenas uma mera opção. Alguém que não respeita as pessoas não vai respeitar você. Vemos no exemplo de Sansão que não vale a pena confiar em pessoas com essa característica, pois ao se relacionar e confiar em uma mulher chamada Dalila, ela se mostrou completamente traiçoeira e zombadora. Talvez essa moça pudesse ter muitas qualidades aparentes, mas não tinha o mínimo de caráter, e isso serve também para o rapaz. Procure alguém que seja honesto e competente para assumir suas responsabilidades com seriedade e compromisso.

Te aproxima de Deus?

Algumas meninas acham que são “super-heroínas” da transformação. Procuram um rapaz que a afasta de Deus e acham que por sua atitude podem trazer a pessoa para os pés de Cristo. Não é tão simples assim. A única Pessoa que pode transformar corações é Deus. Ele não pediu a você que transforme ninguém, pois não é tarefa sua. Um diagnóstico breve dessa “síndrome” é perceber o que essa pessoa a induz a fazer ou dizer que não está em conformidade com a vida cristã. Pode até ser algo inofensivo, mas faz toda a diferença para um Deus que não aceita metade. E mais uma vez vemos na vida de Sansão essa falha que o levou a ruína. Consumindo bebidas alcóolicas com Dalila, afastou-se da voz de Deus, levando-o a acreditar que as coisas não são tão ao pé da letra assim. Não deixe que ninguém enfraqueça sua comunhão com Jesus.

Procure alguém que tenha os mesmos princípios que você, que seja apaixonado pelo evangelho e que ama de todo coração ao Deus que tem. Com alguém assim ao lado só há progresso.

Consultar a Deus.

Ao folhearmos a bíblia, vemos em várias passagens a frase “E não consultou a Deus”. Sansão também cometeu esse erro não pedindo a opinião Dele. Casou-se com alguém e nem mesmo pode viver com ela, como planejou. No começo, talvez, as coisas brilhavam muito para ele, mas era apenas uma bela e doce ilusão.

Podemos em nossa curta visão enxergar alguém que seja “bom partido”, mas não podemos confiar nisso. Somente Deus conhece o coração das pessoas e somente Ele sabe o futuro. Diante dessas evidências acreditamos que a primeira Pessoa a ser consultada é, sem dúvida alguma, Deus.

Preenche os requisitos abaixo?

Para ficar mais objetivo e claro, existem algumas perguntas que precisam ser respondidas antes de começar sequer um relacionamento. Veja aqui e compare a pessoa “amada”.

  • “É o amor que ele exprime de caráter nobre, elevado, ou é simples inclinação emotiva?”
  • “Tem os traços de caráter que a tornarão feliz?”
  • “Poderá ela encontrar verdadeira paz e alegria na afeição dele?”
  • “Ser-lhe-á permitido, a ela, conservar sua individualidade, ou terá de submeter seu juízo e consciência ao domínio do marido?”
  • Pode honrar as reivindicações do Salvador como supremas?
  • Serão conservados puros e santos o corpo e a alma, os pensamentos e propósitos?
  • Ajudar-me-á esta união na escalada para o Céu?
  • Aumentará meu amor a Deus? E aumentará minha esfera de utilidade nesta vida?
  • Qual é a qualidade do caráter da mãe dele? Reconhece suas obrigações para com ela?
  • “Tem consideração para com os seus desejos e sua felicidade?”
  • “Passada a novidade do casamento, continuará a amar-me?”
  • “Será paciente com os meus erros, ou crítico, despótico e ditatorial

“Se essas reflexões não apresentarem nada em contrário, então prossiga, no temor de Deus”, mas senão, reflita na escolha que está para tomar.

Gostou? Compartilhe com as amigas!