contato@conectadoscomdeus.net     

Blog

Os efeitos da mentira

Categoria: Motivação

Será que aquela mentirinha "inocente" vai causar algum efeito? Veja aqui.

O velho profeta respondeu: — Também eu sou profeta como você, e um anjo me falou por ordem do Senhor , dizendo: “Faça-o voltar com você à sua casa, para que coma e beba alguma coisa. Mas isso era mentira” (1 Reis 13:18).

Mentira comum? Normal? Justificável? O que é mentira?

Segundo o dicionário Aurélio, mentir é o ato de dizer o que não é verdade. O mesmo dicionário define verdade como coisa certa e verdadeira. Portanto mentir é dizer algo que não é certo e verdadeiro. Se ela é comum, podemos dizer que sim; se é normal ou justificável, se em algum momento dizer algo que não é certo e verdadeiro pode ser justificável ou normal, isso com certeza não podemos afirmar. Se algo está errado é porque precisa se tornar certo, e mentir não é a solução. O objetivo deste artigo não é discorrer sobre a mentira, mas sim sobre seus efeitos. Porém não podíamos entrar nos efeitos da mentira sem antes a definirmos.

Existem muitos que acreditam que a mentira é justificável. Se uma definição e comparação entre verdade e mentira não convence o suficiente de que a mentira é errada, vamos então estudar os seus efeitos. Façamos um estudo de caso e descubramos os resultados de uma mentira.

Sobre seus efeitos

O texto bíblico no começo deste artigo nos conta a história de um profeta que, seguindo a vontade de Deus, foi a Betel profetizar contra um rei que estava fazendo coisas más e erradas. A ordem de Deus, dada ao profeta, era ir, profetizar e voltar por outro caminho, sem parar nem para comer, nem para beber ou muito menos para dormir.

Outro velho homem profeta, na cidade de Betel, ouviu falar do homem de Deus e quis conhecê-lo. Como o profeta já tinha tomado outro caminho em regresso a Judá, seguindo assim a ordem de Deus, este velho profeta teve de ir de jumento ao seu encontro.

Chegando lá, o velho profeta recebeu a mensagem de que Deus havia dito para o jovem profeta retornar direto para sua casa, sem ficar nem para comer pão ou beber algo. No entanto, para o velho profeta, essa era uma oportunidade única. Provavelmente aquele ancião desejava muito conversar com o “homem de Deus”. Ele devia estar buscando ânimo, alguém com quem contar e dividir os problemas da vida.

Chegamos, porém, ao grande problema. O velho profeta pensou que uma mentirinha não traria nenhuma consequência, e então diz que recebeu uma mensagem de Deus dizendo que era para o “homem de Deus” ir à sua casa para comer. Se deixando levar, o “homem de Deus” aceitou a proposta e regressou à casa do velho profeta para comer.

O final da história? Por causa da mentira contada pelo velho profeta, o jovem profeta morreu, atacado por um leão.

A intenção até que era boa... conversar sobre Deus com um amigo de profissão, compartilhar o fardo, fazer uma amizade importante. Era apenas uma mentirinha, o que poderia dar errado? Tudo. Na continuação da história, aquele velho profeta chorou e pranteou pelo que ocorreu com seu companheiro. Podemos imaginar que a culpa pela morte deste profeta deve ter permanecido na cabeça do velho profeta durante muito tempo.

Mentir sempre trará problemas, afinal, o pai da mentira é também o pai dos problemas (o Diabo). Veja como nosso mundo se encontra hoje. A maldade, a tristeza, o sofrimento e a morte, tudo isso, é efeito da primeira mentira contada nesta Terra. Portanto, reflita com atenção. Quando você for tentado a contar uma mentira, pense e repense. Os efeitos nunca serão bons.

 

Nota: Perceba que ser um profeta não indica imunidade ao pecado.Ele era aquele responsável por levar a mensagem de Deus. Se após isso ele cometia erros, isso não pode servir como justificativa para que nós cometamos erros.

Pode parecer injustiça Deus ter deixado que o leão matasse aquele profeta. Se foi uma mentira do outro, que culpa ele tinha? Por[em, como Deus lhe havia dado uma missão, o único que poderia abortar a missão ou mudar os termos era o próprio Deus, em comunicação direta com Ele, não por meio de outro homem. Ele deixou de confiar em Deus e pôs sua confiança nos homens.

 

E você, já sentiu os efeitos da mentira em algum momento da sua vida? Compartilhe sua experiência conosco.  

 

Tags: Mentira,